Tag Archives: mulher

Volátil

18 jul

Eu sou assim mesmo, uma mistura de milagre com desastre.

Caio Augusto Leite

Nunca acreditei em príncipes encantados. Nem quando era pequena sonhava em entrar vestida de branco ou jogar o buque para as amigas encalhadas. Minha Barbie sempre estava sozinha e não tinha nenhum Ken na história para passear com ela ou tomar um sorvete na esquina. Se ela tivesse vontade ia sozinha mesmo, sem depender de ninguém. Acredito que tudo isso foi culpa da minha mãe que sempre me instigou a correr atrás das coisas e não ficar esperando homem nenhum para abrir a porta. Mas reconheço que mesmo com meu lado independente despertado na infância a única coisa que eu queria neste momento era ser cuidada e poder ficar quietinha no colo, por várias horas, até a chuva passar lá fora…..

Mariana Woj

Anúncios

Homem adora sexta-feira, cerveja e mulher

29 jun

Ame o próximo como se fosse a sexta-feira.

William de Oliveira

Mulher é sexta-feira. Cheia de entusiasmo e ansiedade, reclama dos dias, mas adora as horas vividas. Faz pose de final de semana, sai e balança a cabeleira pra si mesma. Põe salto alto pra aumentar a bunda e encolher a barriguinha. Rebola com as amigas e faz o tempo parar quando passa na frente dos marmanjos. Sai só pra dançar (ou não), bebe destilados ou cerveja com a delicadeza de Vênus e olha para as estrelas com ar de diva.

Com um sorriso no rosto reclama do ex e enobrece o atual. Chora de saudades da infância e da comida da mãe. Mas mulher que faz pose de boazinha demais, santinha demais, tem o zap na manga. Pode acordar, abre o olho, rapaz, ninguém é tão santa, nem tão demônio quanto aparenta. Até porque, como dizem, mulheres boazinhas não enriquecem!

Mulher é pimenta. O cheiro pode parecer bom, mas se não souber a quantidade certa, a intensidade e o jeito, sai chorando. Não que sejamos estrategicamente feitas para arder a vida, é que o intervalo entre a doçura e a explosão por fissão é a ‘pimentude’ feminina. O levantar de uma sobrancelha, o passo mais forte, os dentes cerrados e barulhentos, os olhos de prazer ou de ódio, os extremos vivendo em uma só.

Mulher é peça única. Mulher igual só por fabricação em série e mesmo assim sai com defeitos diversos. Somos e admitimos ser milimetramente defeituosas, cheias de pontas duplas e rímel borrado. Mas cada uma tem o gosto, o jeito, a qualidade, a especialidade de demonstrar o olhar exato no momento certo (ou não).

Homem adora mulher de bem com a vida. Homem adora sexta-feira, cerveja e mulher. E mulher adora ser quem é, sexta-feira da paixão.

Thaty Hamada